Últimas do blog

Você está em Home Blog


23/10/2020

O salário realmente importa?

Atualizado dia 05/11/2020 por Ana Carolina Castro

A primeira vista essa pergunta assusta, mas na sua opinião: o salário importa? O que move o mundo é o dinheiro então sim, o salário importa, mas será que ele é o suficiente? E o salário emocional?

Quando procuramos um emprego o que mais nos chama atenção é a remuneração. Dependendo da jornada de trabalho e as regalias, o salário em si é um fator de suma importância entretanto ele não é a única coisa que prende alguém a um emprego.

A retenção de um colaborador em uma empresa vai muito além da remuneração justa e os direitos em dia. Quando estamos tratando de pessoas e relações interpessoais, outros fatores influenciam na relação do funcionário com o seu emprego.

Salário emocional é tão importante quanto o monetário

Salário emocional? Sim! Todo ser humano reage bem a estímulos e é precipitado dizer que o estímulo financeiro é o melhor deles. Quando a instituição demonstra interesse no seu funcionário é gerado uma sensação de acolhimento que vale tanto quanto a uma remuneração.

Não entenda errado, pagamento justo e em dia não é uma coisa especial, é uma obrigação, assim como a preocupação com o bem-estar físico e mental do seu funcionário.

Como exercer o salário emocional?

Independentemente da forma em que sua empresa está atuando, on-line ou presencial, demonstrar interesse no seu funcionário pode manter a saúde da relação entre empresa e empregado, mas como fazer isso?

Reconhecimento

Livremente de setor ou cargo, o ato de reconhecer e ser reconhecido tem de ser algo que permeie o dia-a-dia da organização. Você sendo gestor, diretor ou funcionário primário, crie o hábito de reconhecer seus colegas de trabalho.

Uma vez que nós desprendemos esforços para exercer uma atividade, seja ela de grande ou pequeno impacto na empresa, nós nos sentimos muito mais motivados e pertencentes quando alguém reconhecer a nossos esforços.

Caso você seja um gestor, tente inserir essa prática na sua equipe através de um momento reservado para isso nas reuniões semanais.

Promova a atenção dos seus colaboradores no cotidiano e no trabalho em grupo, assim a percepção de ações que merecem reconhecimento será natural.

Alinhamento 

Muitas coisas permitem a sobrevivência de uma empresa e entre elas está a cultura organizacional. Esse item diz respeito a todas as práticas formais e informais que permeiam a empresa, tais como:

  • Código de conduta;
  • De vestimenta;
  • Aas regras;
  • As formas de comemoração entre funcionário;
  • A as diretrizes.

Esse último ponto citado é dentre eles o mais importante pois é o que diz respeito a missão, visão e valores.

  • A missão é a diretriz responsável por indicar pelo o que a empresa trabalha;
  • Já a visão fala sobre onde a empresa quer chegar;
  • E os valores indica o que a empresa preza.

Tudo citado nesse tópico tem uma importância ímpar na caminha da empresa. Ademais, tudo isso deve ser difundido entre os participantes da organização. Mediante a isso é necessário haver um alinhamento acerca de tais pontos para que todos os integrantes da organização estejam batalhando pelos mesmos propósitos.

Quando se está inserido em um grupo é de suma importância ter ciência do que o move e como move. A organização e transparência desses pontos auxilia a clarear a visão do colaborador frente aquilo que ele produz.

Expressão

O ser-humano além de ser um ser sociável é, muita das vezes, comunicativo. Quando a oportunidade de se comunicar é retraída pode gerar um desconforto e até mesmo uma insatisfação.

Uma vez que estamos tratando de uma empresa entendemos que decisões importantes devem ser tomadas por aqueles que foram alocados a essa tarefa. Porém por se tratar de um corpo social torna-se interessante ouvir a opinião de todas as partes envolvidas.

Estimular a expressão dos funcionário, encorajando-os a se posicionarem sobre o cenário da empresa, faz com que o sentimento de “ser ouvido” seja criado. Essa sensação transmite a ideia de pertencimento do individuo ao grupo e isso contribui para as relações interpessoais.

Ouvir seus funcionário faz com que os diretores da empresa percebam pontos que eles mesmo não conseguiriam. Além de mostrar empatia pela opinião dos seus colaboradores.

Desenvolvimento

Uma vez contratado, julga-se que o colaborador tem todas as habilidades necessárias para exercer suas funções. Entretanto todos nós sabemos a importância do constante desenvolvimento, não só profissional como também pessoal.

Investir em treinamentos para seus funcionários, palestras, workshops são maneiras de auxiliar no desenvolvimento dos mesmos. Estar sempre alinhado com as novidades do setor é de grande ajuda na execução do serviço e concomitantemente esse aprendizado estimula a autoestima e confiança do colaborador.

Pensando além do desenvolvimento profissional, instigar o desenvolvimento pessoal também é muito importante. A oferta de recursos que possibilitam esse desenvolvimento demonstra a preocupação da organização com o crescimento do colaborador.

Comunicação

Assim como a “expressão” e o “alinhamento” citado anteriormente, promover uma comunicação clara entre os diretores e funcionário auxilia na consolidação de um bem-estar emocional do funcionário.

Mediante a uma comunicação sem ruídos entre os indivíduos da organização, interpretações errôneas e falta de entendimento daquilo que foi passado é diminuído ao extremo.

Muitos conflitos dentre uma organização são provenientes de comunicação falha entre lideres e liderados. Dessa forma exercer uma comunicação mais clara e fluída entre ambas as partes auxilia na diminuição de choque.

Quando tudo esta mais claro, sem ruídos na relação, o bem-estar emocional de toda empresa é aumentado, o que reduz de maneira perceptível muitos problemas internos e promove um “salário emocional” aos colaboradores.

Um bom ambiente de trabalho gera um sentimento de acolhimento e pertencimento em todos os envolvidos. Muito melhor estar trabalhando em um lugar que você se sente bem, não é?

Uma ferramenta para medir as relações ente os colaboradores e a empresa é a Pesquisa de Clima Organizacional (PCO). Através desse projeto é possível entender em qual estado está o clima organizacional da empresa.

Caso uma PCO auxilie a sua empresa, solicite um diagnostico gratuito agora mesmo. A Campe Consultoria está aqui para te ajudar a alcançar o sucesso.

Por Ana Carolina Castro




Solicite um diagnóstico agora mesmo!

Soluções completas em consultoria para você e sua empresa.
Confira nossas soluções

Solicitar diagnóstico gratuito

Solicitar diagnóstico